Você sabe quais são as fases da construção de um imóvel? Veja aqui!

Quem decide comprar um apartamento na planta, sabe que ansiedade é uma coisa que fica à flor da pele. E é justamente por esse motivo que é tão importante entender as fases da construção de um imóvel.

Cada construtora, opta por diferentes técnicas de construção. Algumas, por esse motivo, conseguem acelerar a obra. Todavia, isso não significa que a construção seja feita sem qualidade.

Em contrapartida, existem algumas outras empresas que também levam a mesma qualidade na construção, entretanto, isso requer mais tempo para conclusão da obra. E é justamente por esse motivo, que no contrato imobiliário, todas informações relacionadas à obra devem estar claras.

Mas afinal de contas, quais são as fases de uma construção de um imóvel? Se você deseja saber mais sobre o assunto, continue a leitura deste artigo. Aqui iremos explicar os principais pontos!

Quais são as principais fases da construção de um imóvel?

Um projeto de construção de imóvel é algo feito com muito planejamento. Todos os insumos, profissionais e equipamentos são bem avaliados e estruturados para garantir a qualidade do projeto.

A data final da entrega das chaves de um apartamento é pautada dentro do contrato e por esse motivo, é de responsabilidade da empresa cumpri-lo. Por isso, todo o planejamento da obra precisa ser bem definido. Nele constam as fases principais, que são:

Projetos

Sem sombra de dúvidas, a primeira fase da construção de um imóvel é o desenvolvimento do projeto. É a partir dele que conseguimos desenvolver todos os direcionamentos para iniciar as obras.

Os projetos arquitetônicos são desenvolvidos por arquitetos e/ou engenheiros civis. Entre as informações, constam dados como a planta do imóvel, cortes, fachadas e especificações. A ideia é conseguir aproveitar ao máximo o terreno.

Após isso, é feita a aprovação do projeto na prefeitura local, garantindo que este respeite a legislação da cidade. Já os projetos complementares, abrangem as informações para instalações de telefonia, internet, televisão e instalação hidráulica entre outros.

Elaboração do orçamento

Com o projeto em mãos, é possível começar a fazer o planejamento orçamentário da obra. Todos os insumos, equipamentos, pessoal e matéria-prima do empreendimento são calculados aqui nesse momento. O Custo Unitário Básico de Construção (CUB/m²) é o indicador que avalia, de maneira geral, a obra.

Planejamento de obra

O planejamento da obra vem para definir prazos, evitar desperdícios e ociosidade ou sobrecarregar a mão de obra. Tudo isso com objetivo de manter a data final da entrega do empreendimento com a qualidade e em conformidade com as especificações técnicas definidas nas etapas de desenvolvimento do projeto.

Serviços preliminares

A preparação do terreno é, de fato, a primeira fase que podemos considerar como “colocar a mão na massa”. O local do empreendimento precisa ser preparado, delimitando espaços para incluir materiais, ferramentas, maquinários, entradas de pessoas e equipamentos.

Alguns empreendimentos colocam o stand de vendas, que conta com o imóvel decorado, ele também é desenvolvido nessa etapa. Juntamente, há preparação de instalações temporárias de água e energia, que será fundamental para execução da obra.

Outras etapas que ocorrem aqui são a limpeza do terreno, terraplanagem e compactação do solo.

Fundações ou infraestrutura

As fundações são as estruturas que recebem a carga de construção. Com isso, evitam trincas e rachaduras no imóvel garantindo a segurança deste. A composição varia de acordo com o tipo do solo e as características do empreendimento.

Estruturas ou superestrutura

A próxima etapa é instalar as peças estruturais, como pilares, vigas e lajes. É considerado o esqueleto do empreendimento, pois oferece a sustentação, durabilidade e também dá a forma do projeto.

Alvenaria

Chamamos de alvenaria de vedação o momento que o edifício receberá as suas paredes. Após incluir as estruturas de sustentação, elas são levantadas e podem incluir chapisco, emboço e reboco. O material para elas varia de acordo com o projeto definido, algumas obras são de tijolos, concreto armado, outras de MDF, etc.

Cobertura e telhado

Por fim, após concluir a etapa da alvenaria, vem a cobertura do empreendimento. Ele será responsável por proteger a edificação de fatores climáticos, como sol, chuvas, ventanias, entre outros. O telhado pode ser de madeira, pedra, vidro, concreto, entre outros.

Após a instalação, são incluídos alguns acabamentos como calhas e rincões, ajudando o escoamento da água em caso de chuvas. Geralmente, esses materiais são de PVC, mas também podem ser de concreto e fibrocimento.

Instalações

Considerada uma das etapas que mais expandem o projeto, são as instalações elétricas, hidrossanitárias e complementares. A primeira é incluída nos fios pelos conduítes, instalações de tomadas e interruptores, prepara os bocais para lâmpadas e também liga os disjuntores.

A parte referente a instalação hidráulica instala as valas para passagem dos encanamentos, coloca e liga os canos de água e também liga o esgoto à água da rua. Por fim, temos os sistemas complementares como gás, ar condicionado, telefonia, internet e televisão.

Revestimentos

Por fim, são incluídos os revestimentos do apartamento, como gesso e pisos cerâmicos. Em outros casos, alguns ambientes são revestidos com contrapiso, o que dá a oportunidade para o futuro morador escolher o revestimento que deseja, de acordo com a decoração do apartamento

As esquadrias são as janelas e portas, considerada uma das últimas etapas da parte interna. Cada construção pode ter um tipo diferente, que também foi definido na fase orçamentária, bem no início das fases de construção de um imóvel.

Pintura

Para finalizar, o imóvel receberá a pintura. Primeiramente os profissionais realizam o lixamento, que retira todas possíveis imperfeições. Em seguida, revestem com massa corrida ou gesso e por fim, uma camada de tinta é passada.

Áreas externas

Com o imóvel pronto, são realizados os ajustes da área de lazer, como piscina, academia, brinquedoteca, portaria, etc. Uma boa parcela dos projetos conta com desenvolvimento da área externa juntamente com as edificações. Nessa etapa também são feitas revitalizações, como iluminação, arborização, entre outros.

Limpeza final

Próximo a conclusão do empreendimento, é realizada uma limpeza final em todo o empreendimento. Aqui serão removidos todos vestígios de obra, garantindo que todo o condomínio esteja bem preparado para receber seus moradores. Além disso, também é feita essa etapa para que os proprietários façam a avaliação na vistoria do imóvel.

Entrega de chaves

Por fim, a etapa mais esperada pelos moradores é a entrega de chaves. Após o registro do imóvel no cartório local e pagamento de todos os impostos, será agendada a vistoria do apartamento.

Além disso, é responsabilidade da prefeitura emitir o Certificado de Vistoria de Conclusão de Obras (CVCO), que garante que o empreendimento foi construído conforme legislação da cidade.

A última fase consiste na assembleia de definição do síndico. Ele dará suporte aos moradores em caso de qualquer tipo de contato com a construtora, além de realizar todas as atividades rotineiras cabíveis ao cargo. Algumas construtoras realizam um evento que formaliza a entrega das chaves aos moradores.

É muita coisa que consiste na construção de um imóvel, não é mesmo? Entretanto, elas são muito importantes para que o seu apartamento esteja em conformidade técnica e de qualidade. Para garantir uma boa compra, é preciso avaliar boas construtoras, que já contam com boa reputação e bons resultados no mercado.

Aproveite agora que você entendeu profundamente sobre o assunto e compartilhe este artigo nas suas redes sociais.

sair-do-aluguel-de-forma-pratica-facil

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se e receba as novidades do nosso blog por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.