Condomínio Fechado

Solucionando as Principais Dúvidas Sobre Morar em Condomínio Fechado!

Morar em condomínio fechado é algo que com certeza já passou pela sua cabeça, certo? Afinal, além da segurança, valorização e muitas vezes uma área de lazer privada para moradores, esse tipo de moradia está cada vez mais comum.

Neste artigo, você verá a resposta para as principais dúvidas das pessoas sobre os empreendimentos e moradias mais reservadas em condomínio. Confira!

Principais dúvidas sobre morar em condomínio fechado

Devido aos benefícios de morar em condomínio fechado, uma das principais dúvidas é sobre os valores e taxas que eventualmente aparecem. Confira abaixo algumas das principais dúvidas que as pessoas possuem sobre essa morada:

Quem mora em condomínio fechado paga IPTU?

A resposta para essa dúvida é sim! 

O IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) é um tributo cobrado anualmente para todos os proprietários que possuem qualquer tipo de imóvel em seu nome em centros urbanos. Logo, as pessoas que moram em condomínio fechado também precisam pagar o tributo sobre o seu lote no município.

Raramente existem cidades que possuem regras de isenção de IPTU, mas de forma geral, todos pagam.

É verdade que existem multas dentro do condomínio?

A resposta é sim, porém, com algumas ressalvas. 

Ninguém será multado se seguir as regras pré-estabelecidas. Por exemplo, muitos condomínios possuem a regra do silêncio após as 22h. Como os apartamentos são muito próximos, é comum escutar barulhos de música, latidos, conversas altas, brincadeiras de criança e até mesmo risadas. 

Sendo assim, os condomínios estabelecem um horário determinado para o silêncio e todos os condôminos devem respeitá-la, se não, haverá multas ou até mesmo uma chamada de atenção do síndico.

Existem condomínios que não multam e apenas optam pela segunda opção de resolver questões com o responsável pelo condomínio ou torre.

O que é taxa condominial?

A taxa condominial é um valor cobrado de forma mensal para custear serviços que ofereçam bem-estar aos moradores, além de servir  para garantir o bom funcionamento do condomínio. 

Pode ser cobrado em valor fixo ou rateio, sendo:

  • valor fixo: definido em reunião entre os condôminos, com a concessão de todos, será determinado um valor do que terá que ser pago todo mês, mediante aos gastos mensais do condomínio;
  • rateio: neste caso, não tem valor fixo, mas sim no final de cada mês é feita a soma de todas as despesas que o condomínio arcou, sendo os salários dos funcionários, manutenções, contas, entre outros. Após a soma de todas essas despesas, o valor será dividido por residência. 

Gostou de saber mais sobre condomínio fechado? Confira também Como Organizar sua Vida Financeira Para Comprar um Imóvel e muito mais artigos aqui no Blog Construtora União.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se e receba as novidades do nosso blog por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.