Como economizar na reforma Como economizar na reforma

Como economizar na reforma e o que é possível fazer?

6 minutos para ler

Ao comprar um imóvel, é fundamental verificar a qualidade da construção para evitar problemas. Assim, ao escolher um apartamento, é fundamental fazer algumas alterações para que ele atenda às suas necessidades, então é importante saber como economizar na reforma.

Primeiro, é importante verificar as normas do condomínio e conversar com a construtora para entender os limites do que pode ser alterado sem afetar a estrutura do empreendimento, a fim de evitar imprevistos que aumentem os gastos.

Depois, você pode seguir algumas dicas para garantir um bom controle do orçamento e reduzir as despesas envolvidas. Continue a leitura deste post e saiba como fazer isso!

Defina um orçamento máximo para a reforma

O ponto de partida para economizar é definir o orçamento máximo. Isso ajudará a manter todos os gastos dentro do planejado e evitar que você assuma mais custos do que realmente consegue arcar. A dica aqui é fazer uma análise completa dos rendimentos e despesas familiares, sem deixar nada de fora.

Para isso, monte uma planilha ou conte com aplicativos de controle financeiro para registrar todos os ganhos, de forma a definir o rendimento mensal. Depois, veja quais são as despesas fixas e variáveis para determinar o valor disponível para investir na reforma.

Caso deseje obter um empréstimo ou financiamento, também pesquise as linhas de crédito disponíveis. Nesse caso, tenha especial atenção aos juros e taxas aplicadas, e garanta que o valor das parcelas seja compatível com o orçamento.

Tenha um bom projeto

O projeto é fundamental para ter sucesso ao reformar o apartamento e também é uma dica importante sobre como economizar na reforma. Quando você não tem as mudanças bem definidas, os riscos de fazer escolhas que causem arrependimento ou de que surjam outras reformas durante as obras é maior.

Por isso mesmo, antes de iniciar os trabalhos, monte um bom projeto trazendo todos os itens que devem ser alterados. Nesse caso, é importante ter suporte de um profissional para garantir que não acontecerá nenhum problema estrutural.

Como esse serviço tem custos, muitas pessoas decidem fazer as alterações por conta própria. Porém, isso aumenta os riscos de problemas durante as obras, e pode inclusive acarretar mais despesas. Além disso, os profissionais conhecem diversas técnicas, materiais e prestadores de serviço que podem ajudar na busca pelo melhor custo-benefício.

Escolha bons profissionais para o trabalho

Quando se fala em como economizar na reforma, muitas pessoas focam em encontrar os menores preços. Contudo, é fundamental focar na qualidade do serviço prestado ao contratar os profissionais.

Pesquise indicações na internet e entre seus amigos para encontrar boas opções. Depois, solicite um orçamento completo considerando o projeto da reforma, com detalhes sobre como será feito o serviço e o prazo de entrega.

Lembre-se de que contratar o profissional considerando apenas o preço pode resultar em um serviço de má qualidade e que precise ser refeito. Se isso acontecer, os gastos contratando outros profissionais e comprando materiais adicionais, sem dúvidas, trarão prejuízos.

Compre materiais de qualidade

A escolha dos materiais deve considerar diversos fatores para garantir economia, sem prejudicar o resultado ou a durabilidade. Por isso mesmo, é essencial encontrar itens que ofereçam qualidade, além da aparência desejada e do preço adequado ao orçamento. Aqui, sempre relacione o custo-benefício, mantendo o valor dentro da sua capacidade de compra.

A escolha considerando apenas o preço pode trazer resultados que não atinjam as suas expectativas. Além disso, materiais de má qualidade costumam ter uma durabilidade reduzida, fazendo com que você precise fazer novos investimentos em reformas em um período curto de tempo.

Faça um comparativo entre os serviços ofertados

Escolher profissionais de qualidade e bons materiais exige pesquisa, principalmente quando você deseja economizar na reforma. Portanto, depois de encontrar opções confiáveis, faça um comparativo com os orçamentos recebidos para descobrir qual é o mais vantajoso.

Aqui, o objetivo é determinar qual oferece o melhor custo-benefício, garantindo a qualidade necessária para que a reforma aconteça da melhor forma possível, com um custo que se encaixe no orçamento. Se for o caso, tente negociar melhores condições de pagamento, como parcelamento mais longo ou desconto para pagamento à vista.

Comece com pequenas mudanças

Uma boa forma de economizar na reforma é focar em pequenas mudanças que trazem bons impactos ao ambiente. Por exemplo, se você gostaria de trocar o revestimento, uma pintura pode ser suficiente para atender às suas necessidades, mas com um custo bem mais baixo.

Outras técnicas, como o piso sobre piso, podem ajudar a economizar na prestação de serviços, pois reduz o trabalho necessário para concluir as mudanças. Assim, além de economizar, você também agiliza a reforma.

Para identificar quais pontos podem ser substituídos por pequenas alterações, vale a pena conversar com o profissional responsável por elaborar o projeto. Ele é especializado em encontrar as melhores formas de atender às expectativas dos clientes, conforme as necessidades e o orçamento disponível.

Recicle materiais para economizar

Muitas vezes, a reforma exige a compra de diversos materiais e móveis, o que aumenta os custos, mas existem alternativas que permitem economizar. A reciclagem de itens antigos é uma ótima forma de dar uma nova utilidade para objetos mais velhos, além de economizar.

Em geral, lixar e pintar móveis ou portas é suficiente para renovar o ambiente, sem exigir novas compras. A troca do estofado também pode ser usada para esse fim. Além de economizar, essa prática permite que você reduza o descarte de materiais, colaborando com a preservação do meio ambiente.

Nesses casos, existem várias opções de DIY (do it yourself), em que você consegue realizar as mudanças necessárias. Assim, o DIY permite que você não gaste com mão de obra.

Pronto! Seguindo essas dicas sobre como economizar na reforma, ficará mais fácil personalizar o apartamento e fazer as mudanças que você deseja com o melhor custo-benefício. Para isso, não se esqueça de procurar suporte profissional e observar a qualidade dos materiais e serviços.

Então, gostou do conteúdo? Para saber mais sobre o assunto, confira nosso conteúdo explicando o que pode e o que não pode ser feito na reforma de apartamento!

Posts relacionados

Deixe uma resposta